Política

Segunda-feira, 30 de Outubro de 2017, 17:45

Tamanho do texto A - A+

SETOR ECONÔMICO

Taques vai à China buscar investimentos para Mato Grosso; ferrovia Fico está na pauta

Por: Viviane Petroli

Da Redação Mato Grosso Agro

Rafaella Zanol/Secid-MT

Pedro Taques

 A ferrovia Fico está na pauta da comitiva liderada pelo governador Pedro Taques.

Uma comitiva liderada pelo governador Pedro Taques segue para a China em busca possíveis parcerias e investidores para os setores de infraestrutura e logística, educação, inovação tecnológica, agroindústria, indústria têxtil, mineração, turismo e energia renovável (energia solar) em Mato Grosso. A missão mato-grossense ocorrerá entre os dias 05 e 10 de novembro. Durante a passagem pelo país asiático, o chefe do Executivo mato-grossense apresentará projetos de infraestrutura e sustentabilidade.

A passagem da comitiva pela China conta com reuniões com o Ministério do Comércio Chinês, além de visitas as empresas multinacionais do país, como é o caso da B&F Group China, consultoria que possui escritórios na China e no Brasil.

De acordo com dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, de janeiro a setembro as exportações mato-grossenses somaram US$ 11,674 bilhões. Sozinha a China detém 38,5% dos embarques realizados no período, ou seja, US$ 4,5 bilhões.

"Buscamos garantir a diversificação da pauta comercial com a China, com investimentos em novos setores, dando impulso assim à industrialização em Mato Grosso. Identificamos na China a possibilidade de grandes parcerias, já que possuímos interesses em comum", pontua Pedro Taques.

Segundo informações do Governo de Mato Grosso, no encontro com o Ministério do Comércio Chinês será buscada a diversificação da pauta comercial entre o país asiático e Mato Grosso. Na oportunidade serão discutidos assuntos que envolvem infraestrutura e logística, energias renováveis, mineração, turismo, agronegócio.

A passagem pela China conta ainda com uma visita na China Comunication Construction Company, uma das maiores construtoras de ferrovias e hidrovias do mundo. A pauta de tal visita será a Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (Fico).

"O governo chinês quer ampliar a relação com os países produtores de alimento, mas com a preocupação de que estes alimentos sejam produzidos de forma sustentável, que é um trabalho que estamos fazendo em Mato Grosso. Do nosso lado, queremos contar com a expertise da China em planejamento e gerenciamento de ações nas áreas de infraestrutura e logística, tecnologia, empreendedorismo e na promoção do conhecimento", salienta o governador de Mato Grosso.

Conforme o Governo do Estado, a comitiva é composta por 11 prefeitos, empresários dos ramos de mineração e energia, e representantes da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) e da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat). O Poder Executivo mato-grossense destaca que cada um dos membros da comitiva será responsável pelos seus respectivos custos da viagem.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Preencha o formulário abaixo:

Leia mais sobre este assunto: