Política

Domingo, 27 de Maio de 2018, 16:44

Tamanho do texto A - A+

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Mato Grosso e prefeituras decretam ponto facultativo por falta de combustível

Por: Viviane Petroli

Da Redação Mato Grosso Agro

O Governo de Mato Grosso suspendeu o expediente nesta segunda-feira, 28 de maio, devido à greve dos caminhoneiros e a falta de combustível em todo o Estado. O comunicado foi feito à pouco pelo Poder Executivo, após reunião realizada do Comitê e Crise no Palácio Paiaguás, com a presença da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Exército e representantes da sociedade civil organizada, como Federação das Indústrias e Associação dos Atacadistas.

A suspensão consta no decreto nº 1.497 de 2018. Conforme o documento assinado pelo governador Pedro Taques, apenas funcionarão normalmente os serviços da Segurança Pública, Saúde, Detran, Sistema Penitenciário, Secretaria de Fazenda e Procuradoria Geral do Estado.

A suspensão do expediente nos dias seguintes será avaliada a cada dia, levando em conta a permanência da greve dos caminhoneiros, que não há sinais de acabar.

Além do Governo de Mato Grosso, a OAB/MT também suspendeu prazos e expediente. Na sexta-feira, 25, a OAB/MT havia requerido a todos os tribunais a suspensão de prazos e audiências em razão das dificuldades geradas pela greve dos caminhoneiros. A decisão foi tomada em decorrência as dificuldades para as partes a advogados comparecerem aos foros para os atos processuais.

Também em nota a Assembleia Legislativa anunciou ter decretado ponto facultativo nesta segunda-feira, 28. "Com objetivo de construir uma solução pacífica para o problema que se estende aos demais setores da nossa economia, o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho também está reunido neste momento no Palácio Paiaguás com as principais lideranças do Estado e do setor empresarial e produtivo", diz a nota.

Cuiabá

A Prefeitura de Cuiabá emitiu nota decretando ponto facultativo nesta segunda-feira, 28. A medida acompanha a decisão do Comitê de Crise do Governo de Mato Grosso e o Poder Judiciário.

Em Cuiabá os serviços essenciais, como coleta de lixo, manutenção de distribuição de água, defesa civil, fiscalização e orientação do trânsito serão mantidos. Na saúde, as unidades de urgência e emergência de pronto atendimento (UPA) das regiões Norte, no bairro Morada do Ouro e Sul, no Pascoal Ramos, policlínicas e Pronto Socorro também funcionarão regularmente.

O ponto facultativo decretado pela Prefeitura se estende às unidades escolares da redde municipal de educação.

"Diante de toda a situação que afeta não só Cuiabá, mas todas as cidades brasileiras nos últimos dias, optamos por adotar essa medida, minimizando os transtornos aos milhares de servidores da Prefeitura de Cuiabá. Muitos deles dependem do transporte coletivo, que já teve a frota reduzida desde quinta-feira passada (24). Além disso, mesmo aqueles que possuem meios de locomoção particular também estão sendo afetados. Por isso, estamos tendo essa sensibilidade de entender as dificuldades em situações como essa", diz o prefeito Emanuel Pinheiro.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Preencha o formulário abaixo:

Leia mais sobre este assunto: