Política

Sexta-feira, 31 de Maio de 2019, 12:06

Tamanho do texto A - A+

E FORNECIMENTO DE UREIA

Mato Grosso e Bolívia iniciam negociações para compra de gás boliviano

Por: Viviane Petroli

Da Redação Mato Grosso Agro

Foto: Governo da Bolívia

Gás Bolivia

 

As tratativas para a comercialização do gás natural boliviano, bem como o fornecimento de ureia para ser utilizado em plantações de soja e alimentação de gado, em Mato Grosso foram iniciadas entre o governador Mauro Mendes e o presidente da Bolívia, Evo Morales. O encontro entre autoridades mato-grossenses e bolivianas foi realizado na quinta-feira, 30 de maio, Santa Cruz de la Sierra.

Durante o encontro, conforme informações do Governo de Mato Grosso, foi assinado um termo de desenvolvimento de mercado com o Governo Boliviano para aprofundar a integração energética entre o Estado e a Bolívia, com foco na retomada da comercialização do gás boliviano.

De acordo com o governador Mauro Mendes, "Nós discutimos a cooperação e possível parceria do governo boliviano, por meio do Ministério e da Yacimientos Petroliferos Fiscales Bolivianos (YPFB) [empresa pública boliviana] com o MT Gás. Nosso objetivo é contribuir para desenvolver a comercialização, junto com o MT Gás, do gás natural, do GLP e da ureia, em parceria com o governo boliviano".

O encontro contou com a presença do ministro Luis Alberto Sánchez Fernández, do Ministério de Hidrocarbonetos da Bolívia. Ficou acordado que um novo encontro será realizado entre os dois governos no próximo mês em Cuiabá. "O ministro Luis Sánchez estará em Cuiabá para darmos continuidade às tratativas para o desenvolvimento em conjunto desse mercado, com as empresas MT Gás e a YPFB", pontua Mauro Mendes.

O Poder Executivo mato-grossense explica que o intuito com as tratativas com o governo boliviano é que seja retomada de forma ininterrupta o fornecimento do gás boliviano para Mato Grosso, que deverá beneficiar tanto o setor industrial do Estado quanto a população, como é o caso do gás GLP.

O termo assinado entre os dois governos destaca que serão realizados estudos visando desenvolver as ações necessárias para que a empresa pública UPFB comercialize o gás natural para Mato Grosso e também da ureia. Isso inclui o desenvolvimento de infraestrutura e operação das redes de gás no Estado. Além disso, a empresa boliviana também realizará um estudo para analisar a possibilidade de participar de projetos de geração de energia, por conta própria ou em associações com empresas mato-grossenses.

Ainda segundo o Governo de Mato Grosso, no memorando assinado também consta a parceria para trocar experiências, informações e conhecimentos sobre biocombustíveis, que maximizarão o impacto e os benefícios para a mudança da matriz energética na Bolívia.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Preencha o formulário abaixo:

Leia mais sobre este assunto: