Pecuária

Domingo, 20 de Outubro de 2019, 08:54

Tamanho do texto A - A+

CONHECIMENTO

Senar-MT oferta capacitação para os produtores da cadeia produtiva da suinocultura

Por: Assessoria de Imprensa Senar-MT

Com o objetivo de melhorar a suinocultura praticada pelos pequenos produtores, a Associação de Criadores de Suínos do Estado de Mato Grosso (Acrismat) promoveu, esta semana, um encontro para compartilhar informações sobre a qualificação da agricultura familiar na criação de suínos. A pauta incluiu ainda, assuntos como capacitação para os produtores, importância do Sistema de Inspeção Municipal e a agricultura familiar como um negócio rentável.

O diretor executivo da Acrismat, Custódio Rodrigues explica que o objetivo é orientar o pequeno produtor a melhorar a produção, incluindo os setores de sustentabilidade, econômico e ambiental. "A ideia é inseri-los da melhor maneira para que possam ter uma boa rentabilidade em sua propriedade. Além disso, queremos conscientizá-los para a realidade, principalmente, relacionada às questões sanitárias. Este é um assunto que nos preocupa muito".

Rodrigues destaca ainda que o principal problema da suinocultura praticada pelos pequenos produtores é o manejo e a sanidade. Na opinião dele, para solucionar isso é preciso a união dos produtores, dos órgãos e entidades do setor e muita capacitação.

E quando o assunto é capacitação, o gestor técnico do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), Carlos Augusto Zanata, popularmente conhecido como Guto Zanata, fala sobre as possibilidades de treinamentos que a instituição oferece para capacitar estes produtores.

O Senar-MT oferta mais de 350 treinamentos para a capacitar o produtor e o trabalhador rural. Para a cadeia de suinocultura são pelo menos 10. Um deles é o de suinocultura com carga horária de 40 horas. De acordo com Zanata, o conteúdo inclui assuntos como as principais raças de suínos, nutrição, sistema de criação, instalações, manejo desde a maternidade até a terminação, manejo sanitário e noções de gestão.

O Senar-MT em parceria com os sindicatos rurais também oferece o curso de agente sanitário em saúde animal. Com carga horária de 40 horas e com oito vagas para cada turma, este curso tem como objetivo mostrar ao participante as principais doenças que acometem o rebanho pecuário.

Além destes treinamentos, há também palestras e cursos para capacitar o produtor na área de gestão da propriedade. Zanata citou o Negócio Certo Rural que é um treinamento modular e tem como objetivo contribuir para a melhoria da gestão da propriedade, tendo como foco o empreendedorismo. Os interessados em fazer os treinamentos do Senar-MT devem procurar o Sindicato Rural de seu município para saber se há turmas previstas e se há vagas.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Preencha o formulário abaixo:

Leia mais sobre este assunto: