Pecuária

Sábado, 21 de Setembro de 2019, 09:46

Tamanho do texto A - A+

PECUÁRIA

Indústria comemora resultados positivos da nova vacina contra febre aftosa de 2mL

Por: Assessoria de Imprensa Biogénesis Bagó

O sucesso da nova vacina contra febre aftosa bivalente de 2mL está sendo comemorado pela indústria veterinária. Em evento organizado pelo SINDAN – Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal, em São Paulo, dirigentes destacaram o volume de mais de 220 milhões de doses da nova vacina aplicadas com êxito na campanha oficial de vacinação de maio de 2019 e as expectativas para as outras 100 milhões de doses que serão utilizadas em novembro.

“A vacina de 2mL representa uma importante inovação para a pecuária brasileira. Trata-se de um novo produto, que foi desenvolvido e disponibilizado em dois anos pela indústria, um tempo recorde, atendendo a uma solicitação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O resultado foi muito positivo, tanto pela qualidade da vacina quanto pelo esforço em não ter faltado produto. Em termos de farmacovigilância, não recebemos nenhuma reclamação ou relato de problemas. Ela é de fácil manejo e bem menos reatogênica, pois, além da retirada do adjuvante saponina, a redução da dose em relação à anterior permite uma melhor seringabilidade, consequentemente uma redução do tempo de aplicação e menos tempo de contato da agulha no animal”, destaca o coordenador da Comissão de Aftosa/CAS do SINDAN, Fabricio Bortolanza, responsável pela área de Assuntos Regulatórios da Biogénesis Bagó.

“O resultado dos investimentos no desenvolvimento dessa nova vacina foi excelente e reforça o compromisso da indústria veterinária com o sucesso do Plano Nacional de Erradicação da Febre Aftosa – PNFEA”, salienta Bortolanza.

O Fórum “Vacina Contra Aftosa 2mL – Inovação a Serviço da Pecuária Brasileira”, contou com a participação do Secretário de Defesa Agropecuária do MAPA, José Guilherme Tollstadius Leal, e do Diretor de Saúde Animal do MAPA, Geraldo Moraes, que participou de uma mesa redonda com a participação de Alcides Torres, da Scot Consultoria, Daniella Bueno, diretora-executiva da Acrimat, Luiz Alberto Pitta Pinheiro, representante da Farsul e Mauricio Veloso, presidente da Assocon.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei