Opinião

Quarta-feira, 13 de Março de 2019, 16:19

Tamanho do texto A - A+

Acabou o carnaval, e as suas metas?

Por: Cynthia Lemos

Foto: Arquivo Pessoal

Cynthia Lemos

 

Como estão suas metas?

Já parou para desenhá-las?

As metas são muito importantes para as empresas e para as pessoas, pois são elas que levarão ambas a se movimentarem com maior compromisso ativo de realizá-las.

Afirmo que uma empresa com metas claras sobre qual caminho se deva seguir gera mais segurança à equipe.

Cuidado se você ainda não pensou sobre as metas do seu negócio, ou sendo você o gestor, se ainda não repassou as metas da empresa à sua equipe. Esse é um dos grandes erros que muitos cometem. Afinal, o que move todo ser humano são os desafios. Aqueles que não têm desafios acabam conduzindo seu trabalho geralmente em um piloto automático passivo, repetitivo e desmotivado, ficando à deriva aguardando uma boa perspectiva do mercado.

Motivação, como o próprio nome diz, está diretamente ligado ao motivo para agir.

Certa vez eu acompanhava um diretor proprietário no processo de feedback e apresentação das metas individuais à sua equipe de gerentes.

Quando chegou a vez do gerente sênior Fernando, o diretor proprietário me disse:

– Agora, se você quiser sair tá liberada. Não tenho nada a falar para o Fernando, ele está pronto.

Quando fui questioná-lo, logo fui interrompida por Fernando que batia na porta e pelo diretor que rapidamente convidou-o a entrar sem que eu pudesse concluir.

Ali, ao contrário do sugerido, permaneci na sala observando o desenrolar da situação.

Naquele momento diferente de todos os outros nove feedbacks e apresentação de metas o diretor disse:

– Parabéns, Fernando! O que eu tenho a falar para você é que hoje você é meu melhor gerente! Eu diria até que você hoje é o mais preparado para ocupar o meu lugar, isso se ele estivesse vago é claro – concluiu soltando uma gargalhada. – Agora vamos falar de futebol...

Mas antes que pudesse seguir, Fernando, o gerente, o interrompe:

– Legal, chefe! Mas, e os desafios...

– Relaxa Fernando, você está ótimo, não tenho nem o que falar, o desafio é seguir fazendo o que você já faz.

Fernando ficou em silêncio por uns segundos e logo embarcou no assunto sobre o campeonato até se despedirem e sair dali.

Naquele momento, quando novamente eu me encontrei a sós com o diretor disse:

– Você acabou de perder o seu melhor gerente!
Após três meses, Fernando, para a frustração do diretor proprietário, pediu sua demissão à empresa.

O que aconteceu com aquele potencial incrível pronto para ocupar o lugar do diretor? Viu-se sem desafios, estático e, assim, diante de novas possibilidades de crescimento apresentadas pelo concorrente, não pensou duas vezes e aceitou a proposta.

Alguns devem estar pensando que a proposta que estou a apresentar aqui era financeira.

Não, não era, o salário ofertado foi o mesmo, mas os desafios representavam crescimento profissional para Fernando.

Com esse exemplo, quero alertar você, líder, sua equipe precisa se sentir contribuindo, mas também crescendo profissionalmente.

Dessa forma, estabeleça e clarifique as metas, e desafie a sua equipe!

Todo ser humano precisa disso!

*Cynthia Lemos é psicóloga empresarial e coach na Grandy Desenvolvimento Humano e especialista no Desenvolvimento de Líderes e Empresas Email: cynthia@grandy.com.br @GrandyDH

 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei