Logística

Sexta-feira, 15 de Março de 2019, 20:35

Tamanho do texto A - A+

30 ANOS DE CONCESSÃO

Consórcio Aeroeste arremata aeroportos de Mato Grosso por R$ 40 milhões

Por: Viviane Petroli

Da Redação Mato Grosso Agro

Foto: Rafaella Zanol/Secid-MT

Aeroporto VG

 

O Consórcio Aeroeste arrematou por R$ 40 milhões o Bloco Centro-Oeste que compreende os aeroportos de Mato Grosso localizados em Cuiabá, Sinop, Rondonópolis e Alta Floresta. O bloco foi arrematado por um ágio 4.739% sobre o valor mínimo de outorga de R$ 800 mil. A outorga estimada ao longo dos 30 anos da concessão é de R$ 9 milhões. O aeroporto de Barra do Garças foi retirado do bloco.

Ao todo 12 aeroportos foram à leilão na manhã desta sexta-feira, 15 de março, na B3, antiga Bolsa de Valores de São Paulo, em São Paulo (SP). As regras do certame previam ainda uma outorga variável a ser paga ao longo dos 30 anos de concessão. Ao todo, nove grupos de investidores apresentaram propostas no leilão.

O Consórcio Aeroeste é formado pela Socicam Terminais Rodoviários (85%), que administra o terminal rodoviário do Tietê, em São Paulo, e pela Sinart Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico (15%).

O investimento previsto ao longo das três décadas é de R$ 770 milhões, sendo R$ 386,7 milhões até o quinto ano.

Em agosto de 2018 o aeroporto de Barra do Garças foi retirado do pacote de concessões aeroportuárias pelo Governo Federal, como o Mato Grosso comentou na ocasião (veja aqui). O terminal fazia parte do pacote de cinco aeroportos de Mato Grosso a terem sua administração concedida para a iniciativa privada. Segundo o Ministério dos Transportes, a medida foi necessária para melhorar a atratividade econômico-financeira do Bloco.

“Agora os principais aeroportos estão privatizados. Nossa torcida é que o consórcio vencedor cumpra com o cronograma físico-financeiro proposto”, pontua o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, que acompanhou o certame.

Além destes 12 aeroportos, outros 10 já haviam sido leiloados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em anos anteriores e hoje contam com suas administrações nas mãos da iniciativa privada.

Os 12 aeroportos estavam divididos em três blocos nesta 5ª rodada de concessão de aeroportos, sendo os de Mato Grosso juntos em um único bloco. No Bloco Nordeste estão situados os aeroportos de Recife (PE); Maceió (AL); João Pessoa (PB); Aracaju (SE); Juazeiro do Norte (CE); e Campina Grande (PB), enquanto no Bloco Sudeste os aeroportos de Vitória (ES) e Macaé (RJ).

O Bloco Sudeste foi arrematado pela operadora suíça Zurich por R$ 437 milhões, ágio de 830% sobre o valor mínimo de R$ 46,9 milhões. Já a outorga total estimada para os 30 anos da concessão é de R$ 435 milhões. Já os aeroportos do Bloco Nordeste serão administrados pela espanhola Aena, que o leva com a oferta de outorga de R$ 1,9 bilhões.

  

*Com informações G1 e Governo de Mato Grosso

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei