Veículos

Segunda-feira, 04 de Março de 2019, 07:51

Tamanho do texto A - A+

ÔNIBUS 15%

Scania prevê alta de 20% nas vendas de caminhões em 2019

Por: Viviane Petroli

Da Redação Mato Grosso Agro

Foto: Divulgação Scania

Scania Nova Geração

 

A Scania prevê para 2019 um crescimento de 20% nas vendas de caminhões. Principal novidade da montadora neste ano, a Nova Geração de caminhões, que promete ser até 12% mais econômica em comparação à anterior, já vendeu mais de 3.000 unidades em apenas quatro meses. Em termos de ônibus a previsão é que haja um incremento de 15%.

A Scania revela prever um incremento de vendas não apenas de caminhões e ônibus, mas também nos segmentos de serviços e motores industriais, marítimos e para geração de energia.

"O momento da Scania no Brasil é excelente. Com a Nova Geração, temos uma nova fábrica. Vivemos uma Nova Scania a partir de 2019. Nossas equipes internas estão em perfeita sintonia com a rede de concessionárias para oferecer a melhor solução ao cliente. E, a nossa jornada para a sustentabilidade vai avançando", pontua Roberto Barral, vice-presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil.

A Scania, parceira líder na transição para um sistema de transporte mais sustentável, acredita que em 2019 o mercado de caminhões em que atua, acima de 16 t (semipesados e pesados), deverá crescer entre 10% e 20% na comparação com 2018. "Fatores decisivos como a estabilidade da economia e sua tendência de crescimento e a previsão de nova safra recorde, já estão contribuindo para o aquecimento da compra de caminhões, especialmente de pesados", Silvio Munhoz, diretor comercial da Scania no Brasil.

Já nos ônibus a visão positiva da montadora é a mesma do mercado de caminhões. "A previsão é da faixa acima de 8t crescer 15% e o segmento rodoviário aumentar em 20%, em 2019. Estamos nos baseando em melhores indicadores macroeconômicos e no ambiente muito mais otimista por parte do empresariado", pontua Alan Frizeiro, gerente de Vendas de Ônibus da Scania no Brasil.

No quesito comercialização de programas de manutenção a perspectiva é de 28% de alta geral e na área de motores industriais, marítimos e para geração de energia a projeção é de incremento cerca de 15% em 2019.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei