Tecnologia

Quinta-feira, 26 de Abril de 2018, 14:26

Tamanho do texto A - A+

SILO VERDE

Tecnologia em armazenagem feita com garrafa pet para grãos pode auxiliar pequenos produtores e piscicultores

Por: Viviane Petroli

Da Redação Mato Grosso Agro

Foto: Facebook Silo Verde

Silo Verde

 

A dificuldade em armazenagem muitas vezes impede, além de encarecer o custo de produção, o avanço em algumas atividades, como é o caso da piscicultura, e a construção de silos em alguns casos pode ser inviável visto o valor a ser aplicado. Uma tecnologia desenvolvida por empresa gaúcha de São Leopoldo através de garrafas pet vem prometendo resolver a questão de armazenagem de grãos e rações, em especial para pequenos produtores e criadores, e ainda de forma sustentável. Trata-se da Silo Verde.

A Silo Verde fabrica silos de garrafas pets. O volume atual de armazenamento é de seis toneladas, podendo ser expandido para 12 e 18 toneladas. Essas duas últimas opções devem ser lançadas em 2018 ainda.

A Silo Verde é uma empresa de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, idealizada por Manolo Machado. Hoje, a comercialização dos silos já está sendo realizada no Rio Grande do Sul, principalmente para cooperativas e fabricantes de ração. Entretanto, a expansão para outros mercados já começou e Mato Grosso é o primeiro deles.

Em Mato Grosso a empresa chega com o foco de atender aos piscicultores, conforme o diretor de marketing e vendas, Mauricio Bruno. "Estamos entrando no mercado de Mato Grosso devido à piscicultura ser muito forte no estado, a ração para peixes é extremamente delicada, e tem que ser armazenada de maneira correta, com isso temos a possibilidade de oferecer aos pequenos e médios produtores, armazenagem adequada".

A Silo Verde, explica Mauricio Bruno, é uma empresa que atua diretamente em dois dos principais segmentos da economia e sobre tudo pilares da sociedade. "Na agricultura e pecuária gerando aumento da rentabilidade, qualidade de vida, ergonomia e praticidade no trabalho do campo, para garantir a segurança alimentar, na produção, armazenagem, distribuição e consumo de alimento, reduzindo o grande desperdício de alimentos e prejuízos econômicos, alguns dos principais problemas gerados pelo déficit de armazenagem, assim como os demais problemas condicionados a ele. O segundo segmento de atuação é o ambiental, tão importante quanto o primeiro, geramos grande impacto e benefícios ambientais aplicando toneladas de garrafas PET (matéria-prima), que tornariam-se resíduos poluindo o meio ambiente por centenas de anos. Mas ao empregar a tecnologia do produto tornam-se um benefício para a agricultura, à sociedade e todo o meio ambiente, de forma pratica e sustentável".

A ideia da Silo Verde surgiu diante a necessidade de se "desenvolver um sistema de armazenagem que fosse acessível e ao mesmo tempo ecológico, de maneira a ajudar toda a cadeia produtiva e o meio ambiente".

Para produzir um silo de seis toneladas são consumidas quatro mil garrafas pet. A escolha da garrafa pet para produzir os silos é devido "o polímero PET que compõem a matéria prima do Silo tem uma condutividade térmica muito inferior, isso torna o material isolante, protegendo de forma mais eficaz o produto contido no seu interior, uma vez que os demais sistemas inteiramente metálicos superaquecem durante o dia ao receber sol pleno, e demoram muito tempo para resfriar posteriormente, com o frio noturno, o que gera um micro clima, favorecendo a condensação de umidade no seu interior, afetando/prejudicando aos produtos ali contidos", pontua Mauricio Bruno.

Seu sistema modular de placas permite que o Silo Verde seja facilmente transportado, pois a partir do momento que são desmontadas ocupa uma menor área no transporte. "Em virtude disto, custo de frete/transporte também acaba sendo menor, além de também possuir custo final de comercialização mais acessível", diz o diretor de marketing e vendas da empresa.

Apesar do fácil transporte, Mauricio Bruno salienta que a montagem do equipamento deve ser feita por uma equipe treinada e homologada pela Silo Verde.

Questionado se a tecnologia desenvolvida pela empresa é uma alternativa para o déficit de armazenagem, em especial em Mato Grosso que possui um déficit estimado em 39,43 milhões de toneladas hoje, Mauricio Bruno pontua que "acreditamos que é um começo, é um projeto que visa atender a base da pirâmide, porém sabemos que em matéria de déficit o impacto não será tão grande devidos aos volumes dessa camada produtiva, mas vamos sim melhorar e muito a qualidade de vida do produtor e os ganhos. Queremos muito poder atuar em volumes maiores, para que possamos sim de fato ajudar ainda mais a reduzir o déficit".

Onde encontrar a Silo Verde:

Endereço: Avenida Unisinos, nº 950 - São Leopoldo - Rio Grande do Sul

Telefone: (51) 3081-9449

E-mail: siloverde@siloverde.com.br
              vendas@siloverde.com.br

Site: www.siloverde.com.br

Facebook: clique aqui

Galeria de fotos:

Galeria de Fotos
Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei