Construção Civil

Terça-feira, 01 de Outubro de 2019, 12:11

Tamanho do texto A - A+

construção civil

Mercado imobiliário aposta na realidade virtual

Por: Assessoria de Imprensa Asas VR

O tradicional mercado de construção civil e imobiliário já começa a se render às maravilhas da tecnologia. Uma das possibilidades que mais tem agradado o setor é a realidade virtual, que permite uma experiência imersiva e até customizada sem o cliente sair do lugar. Uma empresa que tem apostado nesse segmento é a Asas VR, fundada em São José dos Campos, interior de São Paulo.

A empresa, que atua em diversos segmentos, como os setores de saúde e educação, está vendo na área imobiliária uma grande oportunidade de mercado. “O segmento de construção civil é bastante tradicional e um pouco resistente à mudanças. No entanto, notamos que a realidade virtual tem conquistado cada vez mais adeptos, principalmente porque oferece vantagens tanto para as empresas quanto para os clientes”, destaca Wanderson Leite, fundador da Asas VR.

A realidade virtual faz com que o cérebro seja induzido a acreditar que um ambiente virtual é real. Ela praticamente transporta uma pessoa para dentro de um ambiente digital, onde é possível visualizar os espaços com tamanho e profundidade realísticos. “Nesse sentido, a realidade virtual aplicada ao mercado imobiliário permite que os clientes se sintam dentro de vários imóveis diferentes, estando no mesmo lugar”, completa.

Quem procura um imóvel sabe a peregrinação que é. É necessário dedicar várias horas e até dias para visitar todos os imóveis adequados às suas necessidades até se decidir pela compra ideal. Com a realidade virtual, é o imóvel que vai até o cliente. Basta colocar os óculos e se sentir literalmente “em casa”.

No caso de imóveis novos, a realidade virtual pode até substituir os apartamentos decorados. O investimento feito na construção de um único modelo de apartamento, pode ser utilizado para a criação de vários decorados virtuais, customizando a experiência de cada cliente. “Até os imóveis usados ganham uma experiência imersiva a partir de fotografias 360º graus”.

Obviamente, além de mais atratividade para o cliente por ser uma tecnologia inovadora, a realidade virtual também representa uma significativa economia de tempo e de dinheiro. “O corretor consegue atender um número muito maior de clientes simultaneamente, já que as tradicionais visitas podem ser muito reduzidas, ajudando na triagem do imóvel ideal para cada cliente”, exemplifica.

Como visto, o potencial de mercado é enorme. A tecnologia pode ser usada desde a construtora que está desenvolvendo um empreendimento até um arquiteto que está fazendo uma pequena reforma em um apartamento e quer mostrar para o seu cliente como vai ficar. Por isso, as perspectivas da Asas VR são bastante otimistas. “Estamos atuando em todo estado de São Paulo e agora também temos um escritório em Florianópolis. Queremos ser a Netflix da realidade virtual, voltada principalmente para construção, educação e saúde”.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei