Agronegócio

Quarta-feira, 10 de Abril de 2019, 20:59

Tamanho do texto A - A+

Infraestrutura marca abertura da Parecis SuperAgro em Mato Grosso

Por: Viviane Petroli

Da Redação Mato Grosso Agro

Foto: Thiago Rocha/Parecis SuperAgro

Parecis SuperAgro

 

Assuntos como infraestrutura e o cenário político-econômico marcaram a abertura da 12ª Parecis SuperAgro em Campo Novo do Parecis. A feira voltada ao agronegócio e tecnologia é uma das principais da região Centro-Oeste. O evento segue até o dia 12 de abril no Parque de Exposição Odenir Ortolan. A perspectiva é que 20 mil pessoas passem pelo local durante toda a feira, que conta com entrada gratuita.

O Chapadão do Parecis foi tema do "Fórum de Desenvolvimento Econômico da Região do Parecis", ao qual associações, prefeitos e produtores de Mato Grosso apresentaram as principais demandas para as rodovias da região para o vice-governador de Mato Grosso, Otaviano Pivetta.

A Parecis SuperAgro é realizada pelo Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis e, de acordo prefeito de Campo Novo do Parecis, Rafael Machado, idealizador do Fórum, o evento dentro da feira foi uma ação para fortalecer a região e criar um bloco de lideranças que possa ter organização e peso para articular melhorias.

“Criamos o movimento BR 364 – Rota do Progresso, que é a união de forças de municípios da região para trazer melhorias em diversos segmentos, como na infraestrutura”, explica o prefeito de Campo Novo do Parecis, Rafael Machado.

O prefeito de Brasnorte, Mauro Rui Heisler, destacou que o momento é de unificar as forças. “Temos que trabalhar de forma conjunta para solucionar os problemas regionais. Aqui tratamos de rodovias como MT 170, MT 488, MT 242, que atende municípios de Brasnorte, Campo Novo do Parecis, Nova Maringá, Juara. Então, esta iniciativa é importante para que os problemas sejam solucionados”.

O prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande, concorda que a Parecis SuperAgro é um ponto de encontro par discutir desafios regionais. “Nosso problema é da porteira pra fora, o problema do País chama-se burocracia. Estamos travando em coisas que não tem porque travar. Penso que precisamos fazer tudo andar e vimos aqui uma possibilidade de conversa para trabalhar nesta desburocratização”.

Conforme o vice-governador de Mato Grosso, Otaviano Pivetta, “A região está iniciando um novo ciclo econômico, o da verticalização, e o governo do Estado deve estar perto para saber qual papel desempenar. Mesmo com poucos meios, temos recursos ‘carimbados’ para destinar à infraestrutura, como com Fethab e Sinfra. Onde há parceria com municípios, associações, como aqui, conseguimos deixar alinhavados dois projetos”.

A Parecis SuperAgro em seu primeiro dia contou com uma palestra do analista político e econômico Miguel Daoud, que debateu o futuro da agropecuária. “O objetivo é levar ao produtor rural um cenário das vantagens e desvantagens que temos na atualidade, os cuidados que devem ser tomados, e também falar do comportamento deste agricultor ou pecuarista diante das adversidades. Trago também um foco motivacional, lembrando estes homens e estas mulheres que são eles os principais atores e, por isso, precisam se conhecer para enfrentar a realidade”.

Ainda segundo Daoud em sua palestra, ele tem percebido preocupação entre produtores rurais e outros setores da economia em relação à não aprovação da reforma da Previdência. Mesmo assim, é otimista sobre a atuação do Governo Federal. “Tenho certeza que o presidente Jair Bolsonaro irá priorizar outras medidas além da reforma da Previdência para que o Brasil possa crescer. Acredito que ele irá reverter essa expectativa pessimista da atualidade, porque só tem um compromisso que é atender as demandas do País”.


*Com informações assessoria de imprensa Parecis SuperAgro

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Preencha o formulário abaixo:

Leia mais sobre este assunto: