Agronegócio

Domingo, 24 de Fevereiro de 2019, 08:40

Tamanho do texto A - A+

REVENDA

Cearpa elege nova diretoria para o biênio 2019/2020

Por: Viviane Petroli

Da Redação Mato Grosso Agro

O Conselho Estadual das Associações das Revendas de Produtos Agropecuários do Estado de Mato Grosso (Cearpa-MT) conta com uma nova diretoria para o biênio 2019/2020. A entidade representativa de setor que movimenta R$ 15 bilhões por ano possui 12 anos de fundação e reúne 14 associações com sedes nos municípios de Campo Verde, Primavera do Leste, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde, Sorriso, Sinop, Ipiranga do Norte, Tapurah, Sapezal, Campos de Júlio, Campo Novo do Parecis, Tangará da Serra, Diamantino e Rondonópolis.

O Cearpa é responsável por 90% das embalagens recolhidas no estado que chegam em torno de 11 mil toneladas por ano.

A nova diretoria do Cearpa-MT tem a sua frente Amarildo Perin, que assume a entidade com um período de grandes desafios para o mercado, novo governo, novas políticas e planos econômicos. "Venho acompanhando o crescimento do Cearpa ano após ano e parabenizo as gestões anteriores pela brilhante condução desta entidade até então. Daremos continuidade as ações que proporcionam cada vez mais a profissionalização dos distribuidores, a viabilização da produção através de créditos, transferência de tecnologias com responsabilidade socioambiental em conjunto com as centrais de recebimento de embalagens vazias, culminando com a perpetuação da atividade de distribuição de insumos, seus distribuidores e suas atividades afins".

Na avaliação do ex-presidente do Cearpa-MT, o empresário de Campo Verde, Gilson Provenssi, "Conseguimos nesta gestão que se finda se aproximar do setor governamental e promover discussões sobre projetos de lei. Hoje temos mais abertura para dialogar com outras entidades governamentais e de âmbito privado sobre fiscalização e tributação. Essa foi a principal evolução tivemos nesses dois anos".

Presente na posse da nova diretoria do Cearpa, o diretor presidente da Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários (Andav), Antônio Henrique Botelho Lima, salienta que a existência da entidade mato-grossense fortalece a união da classe, a defesa dos interesses dos distribuidores, preservação do meio ambiente por meio da venda de produtos legalizados, com uma eficiente assistência técnica no campo. "Apoiamos o produtor rural dentro da sua propriedade auxiliando no aumento da produtividade e implementado tecnologias".

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei