Agronegócio

Terça-feira, 09 de Julho de 2019, 18:53

Tamanho do texto A - A+

CONEXÕES

Agroligadas reúnem jovens em Campo Verde em uma integração entre o campo e a cidade

Por: Viviane Petroli

Da Redação Mato Grosso Agro

Foto: Agroligadas

Agroligadas Dia de Campo 09 de junho

 

Integração entre o campo e a cidade. Desmitificação do certo e o errado. É o que se pode ver no 1º Dia de Campo Agroligadas – Ligando o Campo e a Cidade que reuniu mais de 100 estudantes do nono ano do Ensino Fundamental, além de professores, coordenadores de escolas e convidados, em uma grande aula de campo no Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt), em Campo Verde. O movimento formado por produtoras rurais, esposas de produtores, filhas e mulheres ligadas ao agronegócio tem como foco a educação e a comunicação.

Uma verdadeira aula sobre como funciona o campo e o quanto o plantio de uma pequena semente pode impactar na economia de uma cidade, um estado e um país foi o que os jovens puderam ver nesta terça-feira, 09 de junho, o Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt), braço tecnológico da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa).

Divididos em grupos os estudantes percorreram estações que falavam sobre Doenças e Pragas (IMAmt); Estação IMEA (sobre e economia e a cadeia do agronegócio); Inovação Tecnológica (robótica e uso de drones); Controle Biológico (visita à biofábrica); Estação ANDEF (panorama da agricultura ao longo da história); Fiação Cooperfibra (etapas do algodão do campo à indústria); IMAmt e Cultura do Algodoeiro (cultura do algodão e pesquisa); Iguaçu Máquinas/John Deere (conectividade rural) e Estação Agroligadas (história do movimento e bate-papo com família de produtores rurais).

Foto: Agroligadas

Agroligadas dia de campo 09 de junho

 

“Foi muito bom tudo, mas o que mais gostei foi a parte de robótica e uso de drones na agricultura”, comenta João Dalmora de 14 anos. Ainda segundo o jovem, ele teve a oportunidade de rever alguns conceitos. "Eu achava que basicamente existia o produtor rural e pessoas ali na fazenda para trabalhar para ele. Hoje eu vi o quanto de profissões que existem na atividade, tem muitas".

Os estudantes que participaram do Dia de Campo promovido pelas Agroligadas eram de escolas municipal, estadual e privada. Conforme o diretor da Escola Estadual Jupiara, Rogério Silva Fonseca, eventos como o realizado pelo movimento Agroligadas auxiliam para agregar algo para os jovens. Ele comenta que a realização de uma formação para preparar as equipes educacionais das escolas participantes, bem como a realização de reuniões com os pais dos alunos foi essencial. "Com tudo isso que foi realizado para a preparação do dia de campo, nós criamos a expectativa de que seria muito bom. Mas chegamos aqui e o que posso dizer é que superou muito o que a gente imaginava. Tenho certeza que vai agregar coisas boas na vida de todo mundo que participou".

O 1º Dia de Campo Agroligadas – Ligando o Campo e a Cidade teve patrocínio oficial da FMC, parceria da AMPA, IMAmt, ANDEF, IMEA, Cooperfibra, Cooperverde/Cooperpluma, Iguaçu Máquinas/John Deere e apoio do Agro Saber, Pipou Consultoria, Caule Criativo e Carandá Propaganda.

“Estou muito feliz com a realização deste dia de campo, um sonho para mim. Nós queremos união e integração. Queremos que as diferenças entre campo e cidade resultem em trocas positivas e aprendizados. O Brasil é um país agrícola. As atividades agropecuárias são importantes em nosso contexto, mas nem sempre as pessoas das cidades conhecem ou sabem como funcionam esses setores. Queremos que essa barreira – a da falta de informação – seja gradativamente eliminada. E nós, um movimento de mulheres ligadas ao agro, estamos usando nossa força e sensibilidade em prol deste propósito, apoiadas em ações de educação e comunicação com o desejo de que possamos ter uma sociedade cada vez mais unida e consciente”, diz Geni Schenkel, fundadora do movimento Agroligadas.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei