Agronegócio

Quinta-feira, 30 de Maio de 2019, 12:18

Tamanho do texto A - A+

José Luiz Tejon Megido

Agro é alavanca do crescimento brasileiro, diz especialista na Campo Grande Expo

Por: Viviane Petroli

Da Redação Mato Grosso Agro

Palestras e discussões sobre o agronegócio brasileiro e a sua importância perante a demanda mundial por alimentos é um dos pontos de debates da "Campo Grande Expo 2019". A feira em Campo Grande (MS) segue até o dia 01 de junho e, conforme o embaixador do evento, o especialista José Luiz Tejon Megido, o agronegócio é uma alavanca para o crescimento do Brasil.

Tejon participou do primeiro dia da Campo Grande Expo, 28 de maio. Em sua palestra e durante o "Painel de Líderes" o especialista destacou que “O que o mundo demanda o Brasil faz” e que para isso o Brasil precisa seguir a meta de dobrar o agronegócio em 5 anos.

O Painel de Líderes teve como tema justamente “Desafio: Dobrar o agronegócio em 5 anos” e, além de Tejon, contou com a participação Charles Tang, presidente binacional da Câmara de Comércio Indústria, Rubens Hannun, presidente da Câmara de Comércio Árabe Brasileira, Irineo da Costa Rodrigues, presidente da Cooperativa Lar, Alan Fernandes, presidente do banco Haitong e Maurício Saito, presidente da Famasul.

Na avaliação de Tejon, a meta de dobrar o agronegócio brasileiro, que vale de US$ 400 bilhões a US$ 500 bilhões, é uma necessidade. O especialista pontua que com a valorização do setor para US$ 1 trilhão, será possível fazer com que o PIB do Brasil cresça 4% ao ano, nos próximos 5 anos. “Tem mercado demandante pra isso e o agronegócio que tem as condições para que o Brasil possa crescer de maneira aceitável. O agronegócio é a alavanca do crescimento”.

A saída para atingir a meta, de acordo com Tejon, é comover a liderança agroempresarial brasileira para que esta, por sua vez, comova o governo neste sentido. “Com planejamentos, cadeia produtiva, mercado internacional e local, com plano de negócio, com grande ênfase e suporte a uma política agroindustrial”.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei